Aos poucos

Aos poucos vamos sendo engolidos por rotinas e pensamentos que nos intoxicam.

Aos poucos vamos sendo massacrados pelas cobranças do mundo, da família, do ego.

Aos poucos vamos nos deixando levar pela vontade de ter sempre mais e mais e nunca nos contentar com o que temos.

Aos poucos vamos nos convencendo que parar para descansar é um crime e devemos ser produtivos!

Aos poucos vamos nos cansando de fazer tanto e sempre ter a sensação de que não estamos nem perto do que preenche a nossa alma.

Aos poucos vamos nos dando conta que é preciso voltar algumas casas.

Aos poucos vamos acordando e vendo que coisas não preenchem vazios que trazemos no coração.

Aos poucos vamos vendo que é hora de parar de abandonar o que nós amamos e o que alimenta a nossa alma.

Aos poucos nós vamos limpando os nossos olhos e vemos quem realmente somos e nesse instante vemos, também, a infinita luz que sempre esteve ali esperando para ser vista.

Aos poucos.

Um passo de cada vez.

Seguimos.


Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s