adquirindo mais conhecimento ou procrastinando?

Vivemos em uma época onde o acesso a informação é absurdamente rápido e rápido para muitos de nós que temos o privilegio de poder ter internet.

Como diziam os meus pais “quando eu estudava não tinha essa facilidade toda não” e as pesquisas que eu fazia, por exemplo, eram todas feitas a partir de livros físicos e eu tinha que copiar tudo com uma caneta.

Hoje ainda fico fascinada de como tudo que nós pensamos em pesquisar vem tão fácil às nossas mãos.

Bastam 2 ou 3 cliques e pronto: achamos milhares de livros, revistas, artigos, cursos, especialistas em diversas coisas oferecendo o melhor para tentar nos ajudar em qualquer tema e aí cabe sempre uma boa pesquisa pra não acabar caindo nesses especialistas em assuntos complexos e com fontes beeem duvidosas.

Cursos dos mais variados tipos e valores e sem falar da quantidade incalculável de conteúdo gratuito… tem pra todos os gostos. Isso é um fato.

E muitas vezes nós ficamos até nos sentindo meio perdidos como quem vai ao supermercado escolhendo o que vamos comprar afinal são tanta as opções disponíveis…

Observando.

Absorvendo.

Aprendendo.

Nos esforçando na tentativa de ser a “nossa versão” ou pelos menos buscando (na teoria) essa tal melhor versão…
E cá entre nós a teoria é mesmo fascinante e de fato nos ajuda a ter pistas de onde ir, mas nem o conhecimento que fica dentro da nossa mente isolado ocupando espaço, nem nossos diplomas na parede e nem os nossos mentores podem fazer o trabalho por nós.

Nós é que temos que caminhar e o próprio verbo já implica em ação, nos mover, sair do lugar… 

Sair das telas, dos livros, das asas dos mentores e ir pra vida colocando em prática o que nossa mente já aprendeu e é exatamente nessa hora que muitos de nós travamos.

Será que estou mesmo pronta???

Talvez eu devesse fazer mais um curso, só mais um… ou ler aquele livro, ou assistis a uma palestra!

Qual é o momento certo para começar a agir?

Quando estamos realmente prontos?

Será que esta busca incansável e interminável pelo conhecimento e pela teoria por si só não esconde o nosso medo de ir para a prática? Medo de cometer os tão temidos erros no percurso?

Perguntas e mais perguntas…

Mas de uma coisa eu sei: nós estamos prontos para viver o hoje, mesmo que a gente ache que não e sobre o amanhã saberemos amanhã.


Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s